Novo Banco tem 4000 imóveis para vender – Expresso

O Novo Banco tem ainda um conjunto de quase quatro mil imóveis, com um valor de mercado de €550 milhões, que recebeu de clientes que não conseguiram reembolsar os seus créditos. Todos eles têm um destino: a venda. Uma carteira ainda pesada quando já se sentem os efeitos da crise causada pela pandemia de covid-19, que promete trazer pressão para as famílias e empresas. E quando há um obstáculo pela frente, com a Procuradoria-Geral da República a avaliar o pedido do primeiro-ministro, que visa impedir que haja alienações de carteiras até que sejam esclarecidos os contornos das vendas de pacotes de imóveis que ocorreram nos últimos dois anos, causadoras de perdas diretas de €388 milhões.

Ao todo, eram 3830 imóveis que o Novo Banco tinha registados como disponíveis para alienação no fim do ano, a maioria dos quais edifícios construídos para habitação, mas havendo também uma parcela relevante de terrenos, de acordo com o relatório e contas da instituição. Este conjunto de imóveis está registado por um valor bruto em torno de €1000 milhões, mas o banco já foi reconhecendo antecipadamente perdas, por via de imparidades, para €430 milhões. O justo valor destes ativos está em torno de €550 milhões.

Share:

Geef een reactie