Estas são as novas medidas para o estado de emergência (em atualização) – Rádio Comercial

O primeiro-ministro está a anunciar, esta tarde, as novas medidas para o novo período do estado de emergência em Portugal que irá durar entre 24 de novembro e 08 de dezembro.

Entre as medidas está a proibição de circulação entre concelhos nos dois primeiros fins de semana de dezembro, por causa dos feriados. Assim,será proibido circular entre as 23h00 de 27 novembro e as 05h00 de 2 de dezembro e entre as 23h00 de 4 de dezembro e as 05h00 de 9 de dezembro. O objetivo passa por evitar a circulação de pessoas durante as pontes criadas por causa dos feriados de 1 e 8 de dezembro.

António Costa anunciou também que nas segundas-feiras que antecedem os feriados (30 de novembro e 7 de dezembro), as atividades letivas estarão suspensas. Haverá também tolerância de ponto e o Governo apela a entidades privadas para a dispensa de trabalhadores.

O primeiro-ministro adiantou também, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, que o uso de máscara passa a ser obrigatório também no local de trabalho, caso não haja separação entre postos de trabalho ou “isolamento”.

Os concelhos com mais de 480 casos por cada 100 mil habitantes vão ter recolhimento obrigatório também nos feriados.

Entretanto há 17 concelhos que saem da lista de risco elevado:

Aljustrel; Alvaiázere; Beja; Borba; Caldas da Rainha; Carrazeda de Ansiães; Ferreira do Alentejo; Fornos de Algodres; Golegã; Santa Comba Dão; São Brás de Alportel; Sousel; Tábua; Tavira; Vila Real de Santo António; Vila Velha de Ródão e Vila Flor.

FISCALIZAÇÃO AO TELETRABALHO

O primeiro-ministro anunciou que o Governo vai aumentar as ações de fiscalização ao cumprimento do teletrabalho nos concelhos onde há mais de 240 casos por 100 mil habitantes e adiantou que se tem verificado “um grande incumprimento” em casos em que este tipo de trabalho é possível.

De acordo com o líder do executivo, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, já deu autorização para “ações efetivas para se verificar o cumprimento desta obrigação [teletrabalho]”.

(em atualização)

Share:

Geef een reactie