Chega a Portugal teste que distingue Covid-19 de outras infeções respiratórias – Observador

A partir de 15 de outubro qualquer pessoa em Portugal poderá fazer um teste que distingue a Covid-19 de outras infeções respiratórias, como a gripe. Para já, a partir desta sexta-feira, o teste está disponível, mas apenas para grupos de risco, sendo feito  através de urgências pediátricas, hospitais e outros profissionais de saúde autorizados.

Para realizar o teste —  através de uma única amostra via zaragatoa da nasofaringe — será necessário prescrição médica e, para já, ele poderá ser feito nos mesmos locais onde são realizados os testes à Covid-19. Os resultados ficarão disponíveis entre 24 a 36 horas após a realização do teste.

“A ideia era tentarmos ter uma ferramenta de diagnóstico que, em simultâneo, nos permitisse diferenciar se é ou não Covid-19 e, se não for, qual o vírus que está a causar aquele quadro clínico”, explica o diretor médico da empresa que vai disponibilizar este meio de diagnóstico, António Maia Gonçalves.

Segundo o comunicado da Unilabs, o teste permite fazer o diagnóstico diferencial entre SARS-CoV2  e as outras patologias respiratórias, através de quatro painéis — um para influenza A/B e vírus sincicial respiratório – RSV, outro para adenovírus, enterovírus, parainfluenza e metapneumovírus, outro para bocavírus, rhinovírus e coronavírus e, finalmente, outro painel também para agentes respiratórios bacterianos como mycoplasma, chlamydophila, legionella, haemophilus, streptococcus e a bordetella.

“Agora com a época da gripe, vamos ter doentes a tossir, com dores de garganta, pingo no nariz e com febre a recorrerem aos hospitais e centros de saúde. Clinicamente, é impossível sabermos se é Covid-19, uma gripe banal ou gripe A”, acrescentou o diretor médico, em declarações à agência Lusa.

Share:

Geef een reactie