Rajada até 108 km/h no Aeroporto da Madeira obriga avião da easyJet a regressar a Lisboa – DNoticias

Rajadas de até 108 km/h na última hora junto ao Aeroporto Internacional da Madeira Cristiano Ronaldo impediram a aproximação e aterragem do último voo previsto hoje ao Funchal, a chegada do voo da easyJet proveniente de Lisboa. Depois de longa espera ao largo da Madeira a aeronave da companhia low cost está de regresso a Lisboa, o que faz antever mais dois voos cancelados (chegada e partida).

A confirmar-se o cancelamento destas últimas duas ligações ainda programadas para hoje, sobe para 12 os voos já cancelados desde a tarde desta quarta-feira até início da tarde de amanhã. Seis da TAP, quatro da easyJet e dois da Condor. Curiosamente os únicos cancelamentos que não ocorreram previamente, ou seja, antes das respectivas aeronaves levantar voo com destino à Madeira, foram os voos operados pela easyJet. A meio da tarde o avião desta companhia ainda divergiu para Porto Santo, antes de regressar à base. Já o voo desta noite segue agora de regresso a Lisboa após as habituais manobras de espera ao largo da Madeira.

As previsões de vento forte não são nada animadoras, pelo menos até meio da tarde de amanhã, altura em que vigora o aviso laranja.

Até às 20 horas a rajada mais forte registada pelas estações meteorológicas automáticas do IPMA foi sentida no Chão do Areeiro e marcou 126 km/h.

Share:

Geef een reactie